segunda-feira, 25 de julho de 2011

Valorização do salário em TI

Pesquisa divulgada pelo Olhar Digital informa que os salários médios de TI subiram 20% em média no último ano. Assim, o salário dos analistas de negócios – responsáveis por traduzir as necessidades das diversas áreas das empresas em projetos de TI – foi um dos mais valorizados no último ano, remunerando um profissional em nível iniciante em R$ 5 mil a R$ 6,5 mil.
Um cargo que também está em alta, segundo o estudo, é o de especialista de ERP (sistema de gestão empresarial), em especial, com conhecimento técnico em SAP. O salário inicial para esse perfil de profissional, em empresas de pequeno porte, varia de R$ 3 mil a R$ 5 mil.
Quanto aos maiores salários pagos em TI no Brasil, a matéria cita que um diretor de TI, com mais de 10 anos de experiência e que atue em uma grande empresa recebe entre R$ 28 mil a R$ 50 mil mensais.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

GIGAGRUPO foi criado por ex-aluno

Davison Damasceno, bacharel em Sistemas de Informação, formado pela Faceca criou a empresa de compras coletivas chamada GIGAGRUPO. Acompanhe a entrevista dos sócios na TV Princesa.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Curso de Libras na Faceca

As aulas do curso de LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais) começam no dia 13 de agosto, aos sábados pela manhã. O curso tem 40 horas de duração e todos os alunos e ex-alunos da Faceca podem participar. O curso é gratuito, oferece certificado e vai até 5 de novembro.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Tecnologia para o Agronegócio: ExpoCafé 2011

Ciente da importância da cadeia produtiva do café para a economia da região, a Faceca se fez presente no maior evento da área, a ExpoCafé 2011, que ocorreu em Três Pontas no final do mês de julho. O coordenador do curso de Sistemas de Informação esteve na feira e visitou o stand da Safe Trace/Safe Café, para explorar as novidades no emprego da Tecnologia da Informação no rastreamento e controle da cadeia produtiva do café.

Mateus Magalhães e Ricardo Paduan (na foto com o Prof. Hélio Lemes) estavam representando a start-up de TI que tem fechado diversos contratos vultuosos para implementar rastreabilidade de produtos, inclusive com grandes redes de varejo, como o Carrefour.

Mateus foi palestrante no TecnoFaceca 2010, quando apresentou o recurso de rastreamento com etiquetas RFID criado pela Safe Café.